FES cobra promessa de Ratinho Júnior para pagamento da data-base

Antes das eleições de 2018, Ratinho Junior (PSD) foi à imprensa criticar a ex-governadora Cida Borghetti (PP) pelo não pagamento da data-base. Passados mais de 100 dias da posse, o governo ainda não cumpriu a promessa, não dá respostas para a pauta do funcionalismo e tem sinalizado pelo congelamento dos salários e até retirada de direitos.

Sobre esses assuntos, o site Porém.net ouviu uma das coordenadoras do Fórum das Entidades Sindicais (FES), Marlei Fernandes. Na entrevista, ela cobra transparência do governador e destaca que a categoria vai fazer uma paralisação em todo o estado no dia 29 de abril. Continuar lendo “FES cobra promessa de Ratinho Júnior para pagamento da data-base”

“Eles não são humanos”, conta professora atendida em perícia médica do governo

Em tratamento por transtornos de ansiedade crônicos, a professora Rosiclei Vinter Siriaco, de 58 anos, é apenas um(a) dos(as) servidores(as) públicos(as) que têm ficado ainda mais doente por conta do atendimento precário e desumano da perícia médica oferecida pelo governo do Paraná. Continuar lendo ““Eles não são humanos”, conta professora atendida em perícia médica do governo”

FES critica perícia médica do governo que deixa servidores ainda mais doentes

Ao invés de apresentar respostas e soluções para péssimas condições de trabalho submetidas aos servidores públicos do Paraná, o governo anunciou que vai fazer um “pente fino” nos atestados médicos desses trabalhadores. A medida criminaliza a categoria e tenta esconder os verdadeiros problemas e descasos enfrentados pelo funcionalismo. Continuar lendo “FES critica perícia médica do governo que deixa servidores ainda mais doentes”

FES aprova paralisação das categorias no 29 de abril

Representantes do Fórum das Entidades Sindicais (FES) se reuniram hoje (04) na sede da APP-Sindicato para avaliar o primeiro trimestre do governo Ratinho Jr. (PSD) e as últimas reuniões com o governo. O grupo reafirma que a data-base é prioridade para as categorias, que amargam três anos de salários congelados, além de uma pauta comum aos(às) servidores(as) que não vem sendo atendida. Por isso, o FES se juntará à mobilização da APP: dia 29 é dia de paralisação dos(as) servidores(as) públicos(as) do Estado. Continuar lendo “FES aprova paralisação das categorias no 29 de abril”